A responsabilidade socioambiental é uma pauta obrigatória para o setor industrial, que precisa estabelecer formas seguras de lidar com os resíduos gerados por sua atividade. Há diversos métodos para fazer isso e, neste artigo, você entenderá a diferença entre os tratamentos onsite e offsite para efluentes.

Além disso, você verá como a Okena pode ajudar sua empresa com soluções personalizadas para tornar a gestão de resíduos mais eficiente. Confira!

Diferença entre tratamentos onsite e offsite

As modalidades de tratamento onsite de efluentes são indicadas para empresas que precisam ter uma infraestrutura própria instalada em suas unidades. Nesse caso, elas contratam um parceiro técnico que fornece apoio na manutenção dos sistemas existentes.

Já nas modalidades de tratamento offsite, os efluentes são coletados e levados para centrais de tratamento terceirizadas, onde o processo mais adequado para lidar com os resíduos é determinado com base em análises de laboratório.

Resumindo, no modelo offsite, a empresa terceirizada fornece tanto a mão de obra quanto a infraestrutura para o serviço. Além disso, depois de tratados, os resíduos são encaminhados para a rede coletora ou para corpos hídricos, sempre respeitando a legislação sobre tratamento de efluentes.

Segurança no tratamento de efluentes é com a Okena

Agora que você já entende a diferença entre os tratamentos onsite e offsite, é hora de explicar quem é a Okena. Como uma empresa humana e comprometida com o desenvolvimento do mundo, ajudamos nossos parceiros a terem soluções sob medida para tratamento de resíduos industriais. 

Nosso objetivo é simplificar processos e fornecer suporte para as tarefas de coleta, tratamento e destinação de efluentes de alta ou baixa complexidade. Além disso, ajudamos sua empresa em todo o protocolo para emissão do Certificado de Movimentação de Resíduos de Interesse Ambiental (CADRI).

Tratamento biológico

No tratamento biológico, voltado a efluentes biodegradáveis, a matéria orgânica contaminante é degradada e digerida por microorganismos como bactérias, protozoários e algas. O método é indicado para indústrias dos segmentos:

  • alimentício; 
  • ração animal;
  • bebidas;
  • lavagem de recicláveis.

A Okena utiliza o tratamento biológico aeróbio, em que o efluente deve estar em temperaturas específicas e os índices de pH, Oxigênio Dissolvido (OD) e Demanda Biológica de Oxigênio (DBO) são controlados. Essa é uma opção mais rápida e que não emite gases poluentes, ao contrário do tratamento biológico anaeróbio. 

Tratamento físico-químico

O tratamento físico-químico adiciona produtos químicos para retirar os poluentes dos resíduos industriais. Ele pode ser utilizado em segmentos como:

  • indústria têxtil;
  • autopeças;
  • fertilizantes;
  • cosméticos;
  • frigoríficos;
  • laticínios.

Nesse tipo de tratamento, a Okena trabalha com quatro linhas:

  • Linha 01 – Para tratamento de emulsão oleosa
  • Linha 02 – Para tratamento de efluentes ácidos
  • Linha 03 – Tintas, neutros e efluentes de gráficas
  • Linha 04 – Casos especiais

Deságue de lodos

Um dos principais desafios dos tratamentos onsite e offsite é o deságue de lodos. Por isso, a Okena criou uma estrutura dedicada para soluções personalizadas em lodos e rejeitos sólidos. 

Nossa área de 15 mil metros quadrados localizada em Itapevi-SP permite atender toda a região metropolitana, além do interior e do litoral do estado. Nosso laboratório faz o monitoramento contínuo do espaço para que tudo seja feito com máxima segurança.

Quer saber mais? Entre em contato com nosso time de especialistas e descubra a solução ideal para sua empresa!